segunda-feira, 23 de maio de 2011

A.A. ABSTRATO ANÔNIMO

Alcoolizado de sobriedade. Discreto, moderado, novamente eu lá estava sóbrio encaixado em uma peça social sistematicamente elaborada. Guias virtuais afastavam as falas a única comunicação viável era a infantilizada com crianças mentalmente maiores de idade. estar ciente em uma situação de falsidade nem sempre é a melhor alternativa para o equilíbrio do espirito. Psicologia reversa, notoriedade volátil a forma solida de se manter inobservável e normal. A queima gratuita de neurônios, uma forma abstrata de se combater o intelectualismo. Mentiras combinadas em diferentes ritos e tradições. O verdadeiro porre era estar alternando de uma verdade a outra sem o conscientizamento poético do ato.

ALEXANDRE ÉLIS

60 comentários:

Anjo Noturno disse...

Isso foi poético porém bem complexo, sem direção única.
Espero sua visita lá na minha pág
;0
Votem SIM!
http://estigmaangel.blogspot.com/2011/05/banda-rollsrock-caldeirao.html
Obg

KAKI disse...

Profundo, poético, belo e me fez refletiiir '-'

Luiz Grden disse...

Yeah!
Muuito bem elaborado. Dá pra ter uma boa leitura e tal...

Andy disse...

Muito lindo seu blog, já estou seguindo e lhe indico as duas melhores empresas para vc se afiliar e ter seu #Blog patrocinado, veja aqui no meu #blog com carinho e atenção http://cidadessaopaulo.blogspot.com/2011/05/afiliados-lomadee.html se afilie e me avise no Twitter http://twitter.com/#!/jura238 q irei divulgar e compartilhar seu #Blog para mais de 10.000 #blogueiros afiliados Bjus

tammy diktiva disse...

Concordo plenamente quando diz que estar ciente em uma situação de falsidade nem sempre é a melhor alternativa para o equilíbrio do espírito, realmente causa um desequilíbrio mental impossível de se descrever. As vezes é melhor fingir, entrar no jogo dessas criançinhas bem crescidas, pra não mais se machucar.

Lucyano Jorge disse...

Puro poema...gostei.

http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com/

Kistoper disse...

Muito profundo e bem elaborado
poético é o termo certo

Marcus Alencar disse...

O melhor caminho é sempre o mais natural onde suas energias se sentem mais a vontade para fluir em você, ao contrário do que muitas vezes acontece pela regras impostas pela sociedade.

Carol Reciate disse...

Do meu ponto de vista, você esta criticando o fato de não sentirmos as coisas que fazemos, algo assim , nao sei se estou certa
comenta la
http://carol-reciate.blogspot.com/
;*

Francorebel disse...

Concreto revelado.

Rubi disse...

Há tempos que não passava aqui, bom, e como sempre, me deparo com textos reflexivo; muito bem escritos, por sinal.

Pobre esponja disse...

Queima de neurônio para combater a intelectualidade. Muito bom este trecho.

abç
Pobre Esponja

Tatyana disse...

Muito bacana!
Parabéns novamente :)

Vai lá no blog e participa da promoção :)
www.equemnaoamaviajar.blogspot.com

Aramaki disse...

profundo e poético

Macaco Pipi disse...

CARA
ACHO QUE CERTAS COISAS DEVEM FICAR NO ANONIMATO

Aneurysm disse...

Profundo, poético.

Guido Carmo disse...

Belo texto!! Vocábulos encaixados em
medida certa na profundidade poética!
parabéns pelo blog...

rota173.blogspot.com

SRed disse...

Olá,
só vi um erro nisso tudo. Você estava sóbrio.

Atenciosamente, SRed!

Luma disse...

adoreei seu blog... parabéns ;*

AssiZ AndradeS disse...

Uou! rsrs
Show essa postagem.
Certeira.
Das duas uma, ou é completamente sensato, ou totalmente hipócrita.
Você descreveu a vivência de um pensador no mundo moderno = sofrimento e desilusão.

Mas se somos humanos, a meta é sobreviver. Então pelo menos cumprimos como o objetivo principal.

Vou nessa,
Abçs!

http://cafeeagua.blogspot.com
http://redutonegativo.blogspot.com

Anônimo disse...

Escreve bem.Bem profundo.
Estou ajudando uma amiga na divulgação do blog, se puder comentar e ajudar...Abraço http://gihcamp.blogspot.com/

Blog Zumbisco disse...

Preciso ler sempre 5x para entender por completo, sempre mt profundo e rapido.

Bruna M. disse...

Nossa! Muito bom o seu texto. Me lembro umas músicas do Slipknot.
Gostei do blog.

Bjo ;)

J.Game. disse...

Bem bacana seu texto.

parabens pelo blog esta bem legal.

ostons2.0 disse...

Muito complexo pra minha cabeça, mais o estilo é legal

KGeo disse...

bem do meu abstrato do pseudo universo o meu neurônios que formam o meu pensamento acho este texto bom.

Moleza disse...

legal bem dissertativo bom para uma reflexão

MICHELLE'SIQUEIRA disse...

Gostei do blog e estou seguindo.
Retribui ?

http://siqueiramichelle.blogspot.com/

Kell disse...

Ameei, o seu poema... To lendo os outros tbm! Já estou seguindo! :)
Raquel, blog: http://jornalkell.blogspot.com

Mário Machado disse...

Há uma angústia verdadeira disfarçada de angústia intelectual.

J.Game. disse...

Bem legal o texto, ele esta bem bacana

Italo Gomes disse...

Poético e realista

http://www.grandesmomentosdofutebol.blogspot.com/

Vitin Melo disse...

Qee isso em Parceiro, Palavras de calar a boca de qalqeer 1
ViTin @SENTIMENTARES.

Andre Mansim disse...

Vc quiz atirar pra todo lado mas no final ficou até legal!
Seu blog é bom, vc tem que melhorar como amigo na blogsfera, quem sabe já caiu a sua ficha né?
Aparece lá no blog.

Ah... sem me chingar!
E tira essas letrinhas de liberação de comentários que isso não serve pra nada é muito chato.

Suzana disse...

Mto bom!!

Guilherme Augusto disse...

É uma das máscaras mais bem vendidas pela sociedade...

Inez disse...

Estar ciente em uma situação de falsidade realmente empobrece muito o espírito.

Filipe Dias disse...

Poesia tacada na cara. Muito bom, adoro textos assim.

Rubi disse...

Provavelmente já comentei em todos os seus textos, mas este é um dos meus preferidos.

Sandro Mangueirense disse...

A mim parece nesse texto, uma narrativa crítica ao tédio do intelectualismo sem fundamento algum. Vi a cena , corriqueira aliás, de um bando de gente falando difícil, bonito, apenas para exercitar o que acabou de aprender, mas apenas palavras vazias, sem ao menos a preocupação do que cada coisa significa. Como disse, é comum isso. As pessoas optaram por saber apenas da boca pra fora. Sacos inflados de vento, que parecem cheios...Mas são cheios de nada!

http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

BLoG do CHARQuE disse...

poesia pra os olhos!

O melhor blog do meu .... Bairro !!!
http://blogdocharque.blogspot.com/

Anônimo disse...

Profundo, poético.²

Menino Louco disse...

mto legal o blog,parabens

Ricardo Madruga disse...

Eita tive que ler duas vezes pra tentar entender kkkk creio que é algo bem pessoal que só vc verdadeiramente sabe o significado de todas palavras
http://uaimeu10.blogspot.com/

Thyallen Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thyallen Oliveira disse...

Muito bom gostei

http://thyallencep18.blogspot.com/

Cabeça Feminina disse...

parabens pelo post,
uma critica bm direta e profunda!


qnd tiver um tempo, faça-nos uma visita.


otimo fds


beijos



http://cabecafeminina.blogspot.com/

Thay Tonon e Bru Souza disse...

profundo *-*
adorei seu blog :)

Nanda Schober disse...

adorei seu blog...lindo texti,, ;0

Mulher e Loba disse...

Diferente e polêmico teu blog kkk
Gostei daqui, parabéns!
http://instintosdeloba.blogspot.com/

Cláudia Benevides disse...

Que texto louco!!!
rsrsr
Adorei!

Daiah Scarlet disse...

Maaassa ;)


(to sem inspiração para uma análise mais fiel do teu texto)

Blog UaiMeu! disse...

Muito complexo pra mim rsrsrs
sinceramente não entendi muita coisa mas ficou bacana
http://uaimeu10.blogspot.com/

Aline Diedrich disse...

Nossa! Complexo, surreal, poético!

Rubi disse...

Como disseram, complexo, mas poético. Tua marca registrada HAHA

danielacristofoli disse...

profundo!!!
show de blog!
visite-me
http://etcmodaetal.blogspot.com/

HÉLIO disse...

noossa
super complexo
vc tem um nivel de instrução elevado
vc ler poema ???

http://poesiadosol.blogspot.com/

HÉLIO disse...

vou te seguir

HÉLIO disse...

vou te seguir

lollyoliver disse...

Me fez refletir muito.
http://lollyoliver.wordpress.com/