quinta-feira, 10 de setembro de 2009

MASSAGEM NA ALMA

Estruturas doloridas pelo prazer do saber. A cada velha conquista, uma nova ferida astral dilatava a matéria. Distrações cotidianas interagiam conscientemente na degradação do universo, uma péssima idéia boa. Lixões, energias renováveis, contaminações físicas, diversos motivos para não encontrar latas em laranjais, um belo pôr do sol. E as duras linhas do horizonte, se disolviam nas frias equalizações da química, sistematizando cura.

ALEXANDRE ÉLIS

4 comentários:

Samir . disse...

Sua primeira postagem? Legal. Boa sorte com seu blog.
Abço!

Macaco Pipi disse...

nnossa
começou bem!

Lipe Linhares disse...

interessante

Niddo News disse...

boa... começou bem o blog :)