sexta-feira, 6 de março de 2009

INCÊNDIO SONORO

A loucura encheu o mundo de malucos musicalizados. Eles só pensavam em vinis e nos símbolos armazenados naquelas caixas tocantes não era mais possível desenvolver algo sem se destruir uma outra coisa - havia linhagens de pensamentos que não conseguiam inventar trilhas sonoras para vagões vazios – havia musicas naquelas rodas enferrujadas, no lixo consumido caido ao chão e na esmola viabilizada ao mendigo. As pessoas só enxergam o barulho da notoriedade sobre viagem do dia prós dia da morte pré vida. Isso era irritante mais não era tudo, deveria haver dramatização e movimentos contínuos de ritmos e fumaças sincronizadas para se entender o mistério , a vida e suas fantasmologia.

ALEXANDRE ÉLIS

2 comentários:

atuações levianas disse...

vou tacar fogo na sua lógica, o que vai sobrar são as cinzas do mundo preto e branco.

PATY disse...

Nossa....Legal...
rssr